» Curso Bloco “K” e registros interligados – EFD-Fiscal

 

Opções de compra
Opç;ao 01 - Inscrições até dia 16/03/2018 R$ 260,00
Opç;ao 02 - Inscrições entre 17/03/2018 e 09/04/2018 R$ 280,00
Opç;ao 03 - Inscrições após dia 09/04/2018 R$ 300,00

 

Conteúdo Programático1

 

Objetivo

 

Demonstrar as conexões existentes entre os registros da EFD Fiscal relativos ao controle da produção e do estoque (livro P/3), transcritos no Bloco “K”: cadastro de itens (registro 0200), tipos de item, consumo padronizado (registro 0210), inventário físico (Bloco “H”), entradas e/ou saídas (registro C170); estabelecimentos obrigados à entrega:  industriais, equiparadas a industrial e comerciais atacadistas; componentes fabricados para uso no processo produtivo; reclassificações de itens; exemplos de processos de fabricação – com ou sem controle de OP; rastreamento da movimentação física registrada com base nos registros dos Blocos “H” e “K”; categorias obrigadas e respectivos prazos iniciais para entrega; registros K210/K215 – desmontagem de mercadorias, K260/K265 – reprocessamento/reparo e K270, K275 e K280 – correção de apontamento – informação de períodos anteriores; modelo de arquivo TXT validado contendo registros do Bloco “K”.

 

Público Alvo

 

Profissionais das áreas fiscal, tributária, controladoria, custos, bem como da área industrial e/ou de controle da produção, T.I., de consultoria, auditores internos e outros que desejem obter conhecimento da matéria.

Instrutor

 

Édison Remi Pinzon

 

Programa

 

Registro 0200 e conexos (0190, 0210 e 0220): descrição, ordenamento de classificação para o arquivo TXT, tipos de item; a importância do correto enquadramento do campo “Tipo de Item” para fins de análise do PVA da EFD-Fiscal e o Bloco “K”; insumos e componentes de produtos em processo ou acabados; perdas normais do processo produtivo; registro C170: quantidades de entradas e saídas movimentadas; valores unitários registrados; manutenção da unidade de medida e valor unitário originais da nota fiscal do fornecedor para fins da EFD-Fiscal; conversão de unidades (registro 0220);

– Bloco “H”: saldos apurados do inventário físico; períodos de apresentação do registro; observância dos critérios quanto às legislações do ICMS e do IRPJ; vinculação com informações da ECF – Escrituração Contábil Fiscal;

Bloco “K”: empresas obrigadas ao seu preenchimento – industriais (CNAE-Fiscal, menos exceções do RIPI), equiparadas a industrial (importadoras, tradings, etc.) e comerciais atacadistas; estruturação das etapas intermediárias de fabricação, elaboração das fichas técnicas de produtos; integração de arquivo da EFD Fiscal gerado por escritório contábil terceirizado; registros específicos de controle da industrialização por conta própria (K230 e K235) e a efetuada com terceiros (K250 e K255); informação de OP – ordem de produção; consumo específico padronizado, componentes fabricados pela própria empresa; reclassificações de itens; transferência entre estabelecimentos;

– Controle das informações dos Blocos “H” e “K” de estoques próprios em poder de terceiros e de estoques de terceiros em seu poder: controle por participante;

– Registros inclusos no leiaute vigente a partir de 2017: registros K210/K215 – desmontagem de mercadorias, K260/K265 – reprocessamento/reparo e K270, K275 e K280 – correção de apontamento – informação de períodos anteriores

Exemplos de processos de fabricação – com ou sem controle de OP, contemplando produção interna de componentes, reaproveitamento de produtos acabados como insumos e industrialização em terceiros; rastreamento da movimentação física registrada com base nos registros dos Blocos “H” e “K” – auditoria dos dados; acompanhamento com base no Guia Prático e PVA vigentes da EFD ICMS/IPI.



  • Atendimento

    Atendimento
  • Mensagem de Contato

    Mensagem de Contato
  • Newsletter

    Para receber a programação de nossos cursos, Informe seu email.
  • Facebook

  • Pagamento Seguro

    Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro