» Feedback a serviço do seu SUCESSO! Parte 03

Por Cintia Knaut

Você leu meus últimos artigos sobre feedback? Caso não tenha lido, clique neste link e leia a parte 01 e neste link para ler a parte 2. Hoje vamos continuar a 3ª. parte do artigo…

Falamos no artigo anterior (parte 2), que o primeiro passo para se dar um FEEDBACK ASSERTIVO é relacionar os PONTOS POSITIVOS da pessoa que irá receber o feedback. Se ainda não leu a parte 2, clique aqui.

O segundo passo de um feedback é: FALE SOBRE O FATO

Nesta parte da conversa você vai falar sobre o fato acontecido e suas consequências. Nem mais nem menos. P.ex: “Por 3 meses consecutivos não estamos batendo a meta mensal. Isso está interferindo em nossa saúde  financeira”. “Fizemos uma reunião mês passado e combinamos que você estaria mais atento ao executar seu trabalho para evitar aqueles erros de conciliação. Aconteceu de novo”; “Aconteceu X e acarretou em Y”; “Não entregamos o documento na data certa, e poderá acontecer isso”;  “Você falou X e eu me senti Y”; etc..

Após relatar os fatos, e tão somente os fatos, sem colocar sua opinião, seus julgamentos, enfim tudo aquilo que passa pela nossa cabeça e que consome nossa energia, vem a parte onde a pessoa que está recebendo o feedback vai falar. Ela não vai se justificar. Vai falar o que a impediu de fazer ou de alcançar tal resultado. Vai falarf sobre a percepção dela com relação ao fato. Neste momento quem está fornecendo o feedback, precisa estar muito atento, exercitando sua escuta cuidadosa. Neste momento precisamos direcionar a conversa para que a mesma não vire um muro de lamentações ou de justificativas.

É importante estar ciente que nesta parte do feedback poderão aparecer, a partir do ponto de vista de quem está recebendo o feedback, algumas críticas com relação a empresa, ao seu líder ou com relação a pessoa que está dando o feedback (que neste caso seria você). Por isso é muito importante ter maturidade neste momento. Por mais que façamos o melhor, o resultado nem sempre é como a gente gostaria que fosse, ou nem sempre é interpretado da forma como imaginamos que seria. Compreender o ponto de vista dessa outra pessoa pode ser uma oportunidade de reavaliar procedimentos, melhorar processos e até de aperfeiçoar nossas habilidades interpessoais. Embora este momento não seja muito fácil, ele é extremamente importante. Lembra que falamos lá na 1ª. parte que alguns não gostam de dar feedback porque se expõem a recebê-lo? Pois então, é neste momento que ficamos vulneráveis a escutar algo que não gostaríamos, mas que faz parte do processo de aprendizado e crescimento profissional.

Após esse diálogo referente aos fatos, vamos para a 3ª. parte do feedback. A parte da AÇÃO, do COMPROMETIMENTO. Podemos dizer que esta parte é aquela aonde vão começar a aparecer os resultados positivos deste feedback.

Nesta 3ª. parte, vamos elaborar, debater e definir em conjunto, as ações, atitudes e procedimentos que serão implantados para resolver os problemas e as questões apresentadas na parte 2. Escrevam  em conjunto e troquem idéias sobre as melhores ações, pois isso gera mais comprometimento de ambas as partes.

Fundamental aqui também, ao final, colocar a data do próximo feedback. Poderá ser a cada 3 ou  6 meses. Sugiro que não seja em tempo maior que 6 meses. Precisamos ajustar as velas com frequência, para termos certeza que estamos na direção certa.

Ao final teremos uma folha para cada um, com aquilo que temos e fazemos de fazer, com os fatos que precisam ser melhorados e com nossas metas de melhoria, divididas em ações concretas para melhores resultados. Teremos também uma data limite na qual iremos conversar novamente e ver nosso progresso e o que precisaremos ajustar para melhorar nossa performance.

A consequência desse FEEDBACK ASSERTIVO, PROATIVO e POSITIVO, será uma maior motivação pessoal, movida pelas metas e objetivos claros, um maior comprometimento das partes envolvidas e por fim, melhores resultados tanto para a empresa como para a carreira do profissional.

Na vida pessoal, a consequência desse feedback, será constantemente avaliarmos o que estamos fazendo ou deixando de fazer para a felicidade de nossa família ou do nosso esposo/a.

Fazer uso do FEEDBACK ASSERTIVO, PROATIVO e POSITIVO constantemente, melhora significativamente nossa comunicação interpessoal e intrapessoal reduzindo o stress e direcionando nossas atitudes para um determinado resultado comum.

Clique neste link e baixe o formulário do FEEDBACK ASSERTIVO em PDF. É gratuito. É só cadastrar seu melhor email, confirmar na sua caixa de entrada (caso ainda não esteja cadastrado em minha lista), e depois baixar o formulário. Fique tranquilo, vou utilizar seu email apenas para lhe enviar conteúdo de qualidade. O mesmo não será vendido nem negociado para SPAM. E você pode se descadastrar quando quiser através de uma opção que vai discriminada no próprio e-mail.

Bem… vou finalizando este artigo por aqui, mas quero te dizer que este artigo terá mais uma parte. Existe mais um procedimento, que aliado a estas 3 etapas do feedback, que o torna ainda mais efetivo. Me acompanhe. Terei novidades para você, em breve. Vamos juntos. Eu e você HOJE, MELHORES do que ontem!

www.cintiaknaut.com.br

Clique aqui, curta e acompanhe a minha fanpage



  • Atendimento

    Atendimento
  • Mensagem de Contato

    Mensagem de Contato
  • Newsletter

    Para receber a programação de nossos cursos, Informe seu email.
  • Facebook

  • Pagamento Seguro

    Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro